quarta-feira, 4 de junho de 2008

BUNDA



Sempre fui um adorador de bundas femininas. Daqueles que perdem o retrovisor do carro só pra ver uma bundinha.
Constatei
certa vez uma lógica, os olhos de um cadeirante ficam na mesma altura que um bumbum.
E isso é ótimo! Claro, seria maravilhoso se só existissem bumbuns lindos e perfeitos. Mas não, existem bumbuns retos (esse dá dó), bumbuns além da fronteira (transbordando pela calça jeans) e acreditem, bumbuns mal cheirosos!
Estar alinhado com essas belezas chega a ser perigoso!
Uma vez, eu e meu irmão, estávamos num shopping em Brasília e ao entrar no elevador me deparei com meia dúzia de bundas femininas, a maioria linda, jovem e até quem sabe, virgem. De repente senti.....uma mulher sabe se lá porque, não estava num dia bom, ao começar pela escolha da calcinha (gostaria de entender porque existe calcinha grande, é irracional), e puffffffff........bem nos dois únicos buracos que tenho no nariz!
Fique esperto, nem sempre o bonito é o melhor.

5 comentários:

lebonocchi disse...

kkkkkkkkkkkkkk!!!!!
Muito engraçado.

Parabéns pela inspiração.

Beijo do seu irmão caçula.

Lê.

Anônimo disse...

Sensacional... uma bumba é sempre bom... uma abundância.. uma bundaria.... o chato são os bundões... os bunda moles.. mas pra esse a gente dá um pé... num dá pra dar pé? Caraca.. uma cabeçada, então
abração
jairo marques
http://assimcomovoce.folha.blog.uol.com.br

Nandi disse...

voltei pro seu blog depois de um tempo sem passar por aqui e passei um tempão lendo os posts...
muito legal! =)
bjs

Anônimo disse...

Muiiiittttoooo bom, rss..
Seu senso de humor continua ótimo, aliás, melhorando mais.
Kiko, que prazer ler seu blog viu, emocionante.
Amigo, continua ok.
Abrçãoo
André

Sentimental ♥ disse...

Putz, tinha q ser logo aqui em Brasília???
Beijos

*Cheguei aqui pelo blog do Jairo.