segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Outra possibilidade.


Há uns 4 meses conheci o jogo de poker.
De lá pra cá, jogo todas as noites em sites variados.

Já passei o gostinho do jogo pra minha mulher, e para alg
uns da minha família.
Pois bem, não teria nada demais isso tudo se o poker fosse um jogo de cartas qualquer, como o buraco por exemplo.

Com o poker voce aprende a analisar, ouvir e pensar antes de agir, e isso vale para o nosso cotidiano.
Sempre ouvi que "sai ganhando, quem ouve mais" e não é que é verdade?

Sem contar que para um cara que como eu, que sempre foi competitivo, o poker é um prato cheio.
E não deixa de ser uma nova possibilidade de esporte, esporte da mente, mas é esporte!

Uma mesa com até dez amigos, cerveja, petiscos e muito papo furado...pode ser o melhor programa a se fazer num sábado a noite. Nada muito sério também, pois alguém já disse:

"Há duas ocasiões em que o homem não deve jogar: quando não tem dinheiro e quando tem. " (alguém)




Fiquem tranquilos que não estou viciado. Só jogo quando bebo e não minto mais, agora só blefo.

6 comentários:

Jairo disse...

Ahhhh, para com isso... truuuuuucoooooo rato!!! Pera, num é truco??? Num pede 6? Aff... abrasss

Lak disse...

Poxa, não sei jogar poker... Já tentei aprender, mas... sou incompetente pra jogos de cartas hihihhi
Gostei do comentário sobre aprender a ouvir. A surdez funcional tem sido um grande mal da humanidade, convenhamos!!
Me perdoa a ousadia, mas vc já tá jogando strip poker? hhihih
Beijos

EVANDRO disse...

rssrsr. Em outros tempos.....a como era bom...agora pra me despir nesse cavalo dá um trabalho....

Sam disse...

Cara, um pokerzinho tem seu lugar. Eu jogava toda semana com amigos, tinha arrumado uma turma legal em Floripa, mas aqui em BH já tentei armar várias vezes mas o povo é enrolado demais. Até comprei fichas novas. Ainda descubro uns viciados pra montar uma jogatina!
Abs

Fábio Cassiano disse...

Olá Evandro,

Que coincidência! Ontem eu estava lendo numa revista sobre pôquer, que ensinava como jogar, o valor das jogadas com as cartas e o pôquer nos filmes... rsrs
Até conheço alguns jogos de baralho, mas pôquer para mim é novidade! Geralmente quando aprendo a jogar, gosto de me envolver nas partidas, pensar em boas jogadas e exercitar a mente!

Sobre o pensar, o refletir antes de agir, concordo plenamente, pois devemos respeitar o próximo, tendo razão ou não em alguns momentos. O que não podemos é tomar uma atitude com cabeça quente e destratar alguém. Nessa questão, acredito que o poquer nos ensina.

Grande abraço!

Sinha Clementina disse...

Evandrin, ocê gosta de pôker tomém? Sequóia é bão nesse negócio, Sinhá se atrapaia ainda. Se ocê quisé ri um cadim veja esse causo de uma noite de jogatina aqui na nossa casa com um casar de espanhóis, mais esquentados que chapa de fogão em buteco de beira de estrada, seu Fidel mais dona Corina. Beijim

http://causosdavidalheia.zip.net/arch2009-06-07_2009-06-13.html#2009_06-10_00_39_56-136162960-0