sábado, 17 de abril de 2010

Parceirona

Depois de alguns anos sem conseguir passear com a Dolores, minha boxer, consegui!!

Não que não tenha tentado antes, mas a única vez que tentei ela quis me levantar da cadeira na marra. Achei que fosse dar uma linguada no asfalto....

Como a Fá não pode fazer força para segurá-la a coitada está sem passear há algum tempo, então amarrei ela na HandBike. Funciona como um trenó, kkkkkk.

Resolvi um problema mas não acabei com outro...ela fazendo todo o esforço não vou diminuir meu pancéps NUNCA!!

Abaixo segue o vídeo que gravamos hoje.


9 comentários:

Karinne Santiago disse...

Pense em duas crianças felizes! Faltou só o capacete da Dolores...rssss... Trilha sonora tb...muito boa...rs

tania disse...

Ela não se comporta sem a coleira do seu lado????
Eu como veterinária, acho que vcs devem treiná-la a ir do seu lado, requer paciência e treino, mas ela consegue.
É você que tá passeando com ela e não ela com você.Você que determina a velocidade, a hora de ir, de parar e tudo mais.
Tente, comece em casa, no quinta, na cadeira mesmo.
De qq forma esse passeio foi maravilhoso.
beijos

EVANDRO disse...

Valeu Tania, pelas dicas. Antes de me acidentar já havia tentando sem a coleira. Mas ela é muito assustada, qualquer barulho ela descamba a correr e não pegamos mais. Dá até medo de ser atropelada.
Tem que ser amarrada mesmo, ainda mais agora que descobri que ela me puxa, kkkkk. Brincadeira só ando um pouquinho pra não matar a bicha.

Mariah disse...

Muito 10, parecem 2 crianças fazendo arte. Muito engraçado, até a forma que filmou. E a cara dois dois, nem se fala!!!

Jairo disse...

Espetacular, Bob.. espetacular...

Mila disse...

Tô no trabalho e não posso ver o vídeo, mas mooorrendo de vontade de assistir!
Primeira vez q entro no seu blog e adorei. Eu tb tenho uma cadelinha q, apesar de pesar 5 kg, tem uma força enorme e um "arranque" digno de uma ferrari. É um galgo italiano. Se eu pudesse andar de handcycle, achoq ela seria a cachorra mais feliz do mundo. Enfim, morro de medo de andar com ela pq, muito embora eu a amarre na minha cadeira(motorizada) eu tenho medo dela escapar e eu não poder 'correr" atrás. Vc me deu mais coragem pq, pra falar a verdade, ninguém consegue correr atrás dela. hehehehe Já viu um galgo correndo? Pois é!
Um beijo e parabéns!

EVANDRO disse...

Valeu Mila, aproveite que conheceu e visite sempre o blog.
Eu já vi um galgo italiano sim, correm muito mesmo!
Mas comece passeando um pouquinho a cada dia que ele acostumará.
Beijão

Eduardo Camara disse...

Dolores é muito foda, Evandro! Quero conhecê-la um dia...

Vai levá-la para a competição tb? :)

Abração!

EVANDRO disse...

Dado, ela será a minha arma secreta, só entrará na prova quando meu espírito estiver pronto para deixar corpo.