sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Tem Dono!!

Sei que vou chover no molhado, mas....
Ontem fui ao supermercado Carrefour com a minha mulher. Tudo certo, tranquilo, vaguinha me esperando, normal.
Na saída, retornando ao carro, uma senhora estaciona sua Hylux numa vaga ao lado do nosso, também para deficientes e desce com seus dois filhos. Alí eu pude ver que criação ela está dando àqueles dois pequenos seres, filhos de uma mãe portadora de deficiência MORAL, ou ela esqueceu a deficiência física no porta luvas...
Como não achamos o que queríamos, fomos ao WallMart. TODAS as vagas exclusivas para deficientes estavam ocupadas, mas nenhum carro tinha o adesivo do desenho universal do deficiente. Resolvemos então parar na entrada da loja. Desci do carro e veio ao meu encontro um funcionário avisar que alí não era lugar de parar. "Não, onde estaciono então??". Mas minha mulher não quis comprar a briga e foi parar numa vaga qualquer para os normais, como grávidas (que se acham no direito de ocuparem as vagas, gravidez não é doença, gente, nem deficiência!!!), cinquentões que nessa hora se acham idosos, e outros próprios deficientes que não tendo o tal adesivo, NÃO podem parar alí!
EXCLUSIVA não quer dizer preferencial (que na falta de uns outros podem usar), vagas de estacionamento não são como filas de banco que quem tem bebê de colo pode passar na frente.
Criei esse desenho e vou mandar fazer alguns adesivos. Vou encher meu porta luvas e não perdoarei ninguém.

Barraco é comigo mesmo!!!


18 comentários:

Anônimo disse...

Vai, russinho da vovó.

Isso mesmo, já te tiraram muita coisa, faça valer os seus direitos.

Tô aqui de cima acompanhando sua luta.

Um beijo.

I. N. N.

Jady disse...

Eu ja pensei muito em fazer adesivos assim, é muita falta de respeito isso. Vou te dar uma sujestao, coloque em baixo com letra menor, mais ou menos assim: Se tiver algum tipo de deficiencia providencia o adesivo ... porque, por exemplo, aqui no Paraná o DETRAN nao fornece esse adesivo e poucos lugares tem q ter a indentificaçao. Mas no DF tem q ter...

bjks

Anônimo disse...

É isso aí Gerdauzão !!!

Anônimo disse...

Ótima ideia o adesivo!

Só queria acrescentar um ponto. Certa vez, acho que foi no Norte Shopping, paramos o carro na vaga destinada a deficientes físicos e bem ao lado parou outro carro, sem adesivo, de onde saltou o motorista (normal) e sua esposa. Vimos aquilo e claro, fui ralhar todo cheio de moral com o motorista abusado. Qual não foi minha surpresa, o camarada usava perna mecânica e calça comprida, e eu não havia notado!! Fiquei com a cara no chão, pois se eu usava uma cadeira para compensar minhas pernas e me dar mobilidade, ele também fazia o mesmo com a prótese dele. Com o tempo, cheguei a cruzar com motoristas que tinham apenas 1 pulmão, problemas sérios de coluna, cardíacos, recem operados, todos alegando ter necessidade da vaga por conta da proximidade da entrada. Afinal, essas também são deficiências físicas, permanentes ou não, e são portadores de necessidades especiais (arghh, termo péssimo). Uma vez quase estrangulei um camarada saudável, que disse que não sairia da vaga. Fiquei p... Dez minutos depois chega a esposa dele, que era cadeirante. Claro, ele poderia ter explicado a situação, mas eu fui de cara estúpido e agressivo e ele quis me gozar.

Com tudo isso quero dizer o seguinte: nós cadeirante tendemos a achar que só é deficiente físico quem é cadeirante. PCs são deficiente (mesmo muito leve), parkinson é deficiente, um idoso que caminha mal, alguém que teve AVC, etc, etc. Muitas vezes um deficiente físico vai ao shopping ou a outro lugar levado no carro de uma pessoa não deficiente físico. E claro, ela deve parar nas vagas exclusivas ! Existe um mundo de situações, e antes de dar o veredito do julgamento, é preciso muitas vezes pensar e observar um pouco mais.

No fundo no fundo, a verdade é essa: se um local tem vagas para deficientes físicos, deveria ser obrigação existir um funcionário do local olhando, assuntando quando necessário, e impedindo o uso das vagas por quem não precisa. E não a administração fazer papel de morta e deixar esse encargo nas nossas mãos.

Abraço
Marcelo Oliveira

Rodrigo Almeida disse...

Fala ae Evandro, blz? Gostei da idéia do desenho, achei bem legal... essa história das pessoas ´´normais´´ pararem nas vagas direcionadas aos deficientes físicos é um caso sério. Abraço.

João Vicente Lavieri disse...

É, Evandro, precisamos descobrir uma solução para isso.

O selo também não prova muita coisa. Outro dia, fui na locadora de vídeo e havia um carro com selo na vaga de deficiente. De repente sai o cara da loja andando. Era o motorista de um senhor que faz fisio comigo. E o senhor, q é deficiente, não estava no carro.

Abrs,

Jady disse...

Olá,
Vim avisá-lo que indiquei seu blog para participar da Campanha da Amizade promovida pelo site Gospel Gifs, conforme está no meu último post. bjs

entrepontosevirgulas disse...

Tá bonito o seu blog, hem? rs
Muito boa a idéia do "Tem dono". Mas gostaria de reforçar o comentário do Marcelo. Sempre fui respeitadora das vagas destinadas aos deficientes físicos, que são identificadas pelo símbolo da cadeira de rodas. Essa imagem simbólica é muito forte e me fez esquecer, por exemplo, que tenho uma irmã não cadeirante, mas com redução de mobilidade. Ela é portadora de E.L.A. (esclerose lateral amiotrófica), já não sobe escadas, só pode andar de carro e caminha muito devagar, com dificuldade, sempre se apoiando no braço de alguém. Imagino eu que o filho dela possa estacionar o carro numa dessas vagas, que ficam próximas à entrada dos prédios.
Vou alertá-lo para isso e para que regularize o uso do adesivo.
Parabéns pela indicação da Jady.
bjs
Sonia

Jairo disse...

Que homi "braaaabo"! Copiei o desenho pra mim... já vivi centenas de vezes essa sensação, eu disse sensação, heim? de passarem a mão na minha bunda ao tomarem minha vaga. Abração

Gisele disse...

Ai, adoro quando vc tá macha!!!
Mete bronca, bonitón!!!

Leandro disse...

Muito bom o adesivo!

Anônimo disse...

Olá! Entrei no seu blog meio por acaso mas nao poderia deixar de comentar este post. Como bem disse o Marcelo Oliveira, nao dá pra generalizar e achar que consegue identificar uma PNE apenas pela cadeira de rodas que usa. Outra coisa importante diz respeito às gravidas. Nenhuma grávida se acha doente. Muito pelo contrário. Entretanto, uma grávida aos 8 ou 9 meses de gestação pode ter SIM dificuldade para caminhar e, principalmente, para abrir a porta do carro em largura suficiente para conseguir sair dele! E entao, por que voce pode e ela não? Pense nisso!

may disse...

uauuu to chegando hj aqui e ja me deparei com uma postagem nota 10! Aqui na minha cidade o descaso nos supermercados e shopings em relação a vaga de def é um abuso, irritante msm! ja tivemos a ideia de fazer uns panfletos, mas o adesivo é melhor, talvez vou colar ele com super-bonder!! bj Evandro

silvia disse...

Adorei o desenho e sua idéia, muito bom. Depois conte pra gente se deu resultado.
Parabéns ( atrasado) pelo aniversário.
E estou morrendo de curiosidade pra saber qual será a surpresa .

Beijo, feliz 2009, afagos na Dolores.

Mariana Fulfaro disse...

Olá!

Cheguei no seu blog através do "Mão na Roda", e gostei muito. Parabéns!

A CET distribui um cartãozinho pra pôr nos carros que páram nas vagas reservadas sem poder, mas a sua idéia do adesivo é mais legal. Acho que chama mais atenção!

Um grande abraço.

Ana Paula Costa disse...

É isso aí Evandro!
Tô contigo e nâo abro.
Pode deixar que estou atenta a estes detalhes sobre a educação dos filhos.

Rach disse...

Oi Evandro!
Precisando de uma companhia barraqueira pra essas horas, é só chamar. Meu pai é deficiente e eu já arrumei muuuuuita confusão com gente que tem deficiência moral. Ou falta de vergonha mesmo.
A ideia dos adesivos é ótima. Se não tiver adesivo vai bilhete, catarro (já usei esse recurso).
Parabéns pelo blog. Cheguei aqui pelo blog do Jairo Marques.
Bjo,
Rachel

Anônimo disse...

Otima idéia dos adesivos, mas discordo totalmente do que vc falou de grávidas... Grávida passa mal a qualquer hora, é questão de saúde!! Estou grávida e muitas vezes não consigo ficar muito tempo num lugar que começo passar mal... imagina ficar um tempão procurando vaga no estacionamento?? Se não tivesse vaga de grávidas eu nem sairia de casa... Mas considero que vc é homem e nunca teve essa sensação.

Obs.. só coloque anonimo pq não tenho conta